• tera, 16 de abril de 2024
  • Alguma nebulosidade - Atualizado: 02:42 - 16/04/2024 22°
www.feedis.com.br

Agrifirm LATAM e o Pacto Global da ONU

Multinacional holandesa do agronegócio se compromete com a maior iniciativa de sustentabilidade para defesa e promoção de princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção

A Agrifirm LATAM acaba de ingressar no Pacto Global da ONU no Brasil e passa a reportar anualmente o seu progresso no cumprimento dos dez princípios universais do compromisso que incluem: promoção e proteção aos direitos humanos e trabalhistas, preservação do meio ambiente, ampliação de práticas de sustentabilidade e combate à corrupção. Ao integrar o Pacto Global, a Agrifirm tem como uma das principais metas criar conexões que possam maximizar o impacto das suas ações.

John Dortmans, Diretor da Agrifirm LATAM detalha que com esta iniciativa a companhia reafirma o seu compromisso e responsabilidade, junto à sociedade brasileira, para o desenvolvimento sustentável dos negócios movidos pelo propósito de construir uma cadeia alimentar responsável para as futuras gerações, de maneira ética e benéfica para nossos clientes, parceiros, colaboradores e o meio ambiente, considerando aspectos ambientais, sociais e de governança em todas as suas operações.

“O agronegócio possui uma posição de destaque quando falamos de sustentabilidade e, os objetivos globais da nossa companhia estão diretamente relacionados este compromisso firmado. Estamos engajados em promover renda sustentável, melhorar a eficiência e produtividade, promover a saúde animal, desenvolver uma cadeia de alimentos transparente, produção amigável com o clima e solo saudável”, conclui o Diretor.

Dick Hordijk, CEO do Royal Agrifirm Group completa: “Os objetivos dos Pactos Globais da ONU se encaixam na missão e visão do nosso grupo. Como Agrifirm, defendemos uma cadeia alimentar responsável para as gerações futuras. Isso também inclui temas como direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Por meio dessa abordagem conjunta, podemos causar um impacto ainda maior. Um grande exemplo daquilo que acreditamos: Better Together”.

O Pacto Global foi criado pela ONU em 2000 e fornece ferramentas para ampliar o envolvimento das instituições globais nos temas de sustentabilidade. Além disso, possibilita a participação em programas com grupos temáticos que conduzem projetos nas áreas de Água, Alimentos e Agricultura, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho, Energia e Clima e ODS. Este, que é o maior pacto do mundo em iniciativas voltadas aos direitos humanos e ao trabalho, com mais de 160 países signatários.

Pacto Global | Os dez princípios:

1.      As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente.

2.      Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.

3.      As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva.

4.      A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório.

5.      A abolição efetiva do trabalho infantil.

6.      Eliminar a discriminação no emprego.

7.      As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais.

8.      Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental.

9.      Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

10.  As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Os integrantes do Pacto Global também assumem a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030. Entre eles, está o de garantir o acesso a saúde de qualidade, água potável e saneamento para todos, e promover o bem-estar na sociedade.

Dick Hordijk, CEO do Royal Agrifirm Group

Fonte: Assessoria

Publicidade