• tera, 23 de abril de 2024
  • Sol - Atualizado: 21:00 - 23/04/2024 29°
www.feedis.com.br

Cuidados com a nutrição em bovinos de leite resultam em bons índices reprodutivos e maximização da produtividade leiteira

Nutrição é aliada para melhorar a qualidade reprodutiva do animal e obter sucesso da produção leiteira

Para melhorar os índices reprodutivos e, consequentemente, a produtividade na pecuária leiteira, a nutrição é uma aliada. Desta forma, o pecuarista precisa estar atento a alguns aspectos nutricionais, que permitirão boas condições para que o animal mantenha boa ciclicidade, fertilidade e manutenção da gestação.

Para a médica-veterinária e coordenadora de produtos da Connan, Júlia Marques, o fornecimento de uma dieta balanceada, com os nutrientes adequados para a exigência da vaca em lactação, é essencial para obter bons resultados. “Realizar uma boa mineralização, suprindo os níveis de minerais necessários ao animal, também deve ser prioridade na propriedade leiteira”, explica Júlia.

Para a veterinária, para o produtor de leite assegurar a boa reprodução dos animais, algumas dicas simples devem ser avaliadas regularmente na propriedade leiteira. A primeira dica é separar as vacas em lotes homogêneos e fornecer uma nutrição especial para cada grupo.

É importante agrupar as vacas de acordo com a fase da lactação, ou seja, início, meio ou fim, sendo que a avalição do escore de condição corporal dos animais deve fazer parte da rotina na propriedade leiteira, pois ela auxilia nesta divisão e permite o fornecimento de dietas formuladas para ganho, manutenção ou perda de peso de acordo com a necessidade do lote.

“Para obter bons resultados no momento da cobertura ou inseminação artificial, mantenha as fêmeas com boa deposição de gordura, para que tenham maior ciclicidade e sucesso reprodutivo”, afirma Júlia.

Já no momento do parto, é importante que a fêmea não esteja com excesso de gordura, o que eleva a incidência de distúrbios metabólicos como a cetose, comprometendo a produtividade, saúde e fertilidade.

“Importante e um ponto de atenção é fornecer uma dieta balanceada para que os objetivos sejam alcançados e não haja deficiências nutricionais. É necessário evitar animais muito magros ou com sobrepeso para garantir a saúde, boa produção e fertilidade”, alerta.

Manejo nutricional durante o pré-parto e pós

O período de transição, que envolve o pré e pós-parto das fêmeas, é o momento mais importante e crítico do sistema de produção, para bovinos de leite, conforme explica a médica-veterinária. Esta fase compreende as três semanas que antecedem o parto e o mesmo período após o nascimento.

A veterinária ressalta que, nesta fase, é importante dar maior atenção à nutrição que será fornecida aos animais, bem como ao monitoramento da alimentação e do escore de condição corporal dos animais.

“O animal, que está gestante e sem produzir leite, tem, após o momento do parto, o início de sua lactação, passando por grandes mudanças em seu metabolismo. A ingestão de alimentos com baixo nível de energia e proteína, que era baixa, passa a ser elevada, e a necessidade de uma dieta rica em nutrientes e minerais se torna necessária para atender à demanda para a produção de leite”, explica Júlia.

Para evitar distúrbios como a hipocalcemia, que compromete a saúde, produção e reprodução dos animais, é vantajoso fornecer durante o período de pré-parto uma dieta aniônica, que aumenta o aproveitamento do cálcio pelo animal, auxiliando-o a suprir a maior exigência deste para a produção de leite.

“Caso o animal não passe por um período de transição de maneira adequada e enfrente problemas metabólicos, ou não consiga ingerir a quantidade suficiente de alimentos, com certeza haverá impactos negativos na reprodução, o que ocasionará prejuízos à produtividade em todo o sistema”, afirma a coordenadora.

Para a especialista, garantir o fornecimento de minerais e vitaminas essenciais ao rebanho também é importante para otimizar a saúde e reprodução no gado leiteiro.

“É preciso ter maior atenção quanto aos níveis de minerais como selênio, zinco, manganês e cobre, além da vitamina E, pois eles auxiliam no bom funcionamento do sistema imune, status antioxidante do organismo e asseguram melhor fertilidade”, comenta. Aliás, esta conclusão é demonstrada em estudos. Esta oferta reduz casos de mastite, infecções uterinas e retenção de placenta, além de melhoras na saúde e sobrevivência dos bezerros.

Nutrição de Novilhas Leiteiras

Por fim, uma dica importante é não se esquecer da nutrição das novilhas, que irão compor o plantel de vacas no futuro da propriedade. “O preparo das novilhas é o primeiro passo para conseguir vacas férteis e com bons resultados reprodutivos. Otimizar o desenvolvimento destes animais por meio de estratégia nutricional, permite maior ganho de peso”, explica Júlia.

Segundo a coordenadora, monitorar o peso dos animais por meio do uso de uma balança ou fita de pesagem, pelo menos a cada dois meses, é uma ótima maneira para avaliar se a estratégia nutricional escolhida está levando ao rumo certo.

“Uma dica para o bom manejo nutricional é separar as novilhas em lotes, dividindo-as por peso e/ou idade, com uma variação de 2 a 4 meses de idade entre os animais, ou 90 kg de peso vivo”, recomenda.

Ela ainda acrescenta que atingir o peso ideal ao primeiro cio é importante, pois as novilhas apresentam menor taxa de descarte da propriedade posteriormente, além de ter maior produção leiteira na primeira e demais lactações. “Contar sempre com assistência técnica especializada e utilizar nutrição de confiança irá auxiliar a conquistar bons resultados, em conjunto com as dicas apresentadas acima”, finaliza Júlia.

Sobre a Connan

Com sede em Boituva (SP) e filial em Campo Verde (MT), a Connan – Geração de Resultados iniciou suas atividades em 2004 e tem como principais acionistas os engenheiros agrônomos Fernando Penteado Cardoso Filho e Eduardo Penteado Cardoso, membros da família fundadora da empresa MANAH, do famoso slogan “Com MANAH adubando dá”, criado pelo patriarca Dr. Fernando Penteado Cardoso. Os dois irmãos, e sócios, também são detentores da patente Nelore Lemgruber, desenvolvendo e expandindo a genética na Fazenda Mundo Novo, localizada em Uberaba (MG).

Com mais de 150 representantes comerciais, a Connan é a única empresa nacional a produzir o próprio fosfato bicálcico e possuir a tecnologia Aglomerax, o que lhe confere grande diferencial competitivo e garantia de qualidade dos produtos.

Mais informações: http://www.connan.com.br.

Publicidade