• tera, 16 de abril de 2024
  • Alguma nebulosidade - Atualizado: 02:42 - 16/04/2024 22°
www.feedis.com.br

Morro dos Ventos é a primeira fazenda leiteira do Brasil a entrar para a comunidade Red Cow da Lely

Localizada em Carambeí (PR), a propriedade recebe amanhã, dia 29/06, o reconhecimento da Lely para grandes fazendas que utilizam oito ou mais robôs de ordenha da empresa

Localizada em Carambeí, no Paraná, a fazenda Morro dos Ventos abre a porteira para o que tende a ser o futuro da pecuária de leite no País: é a primeira fazenda brasileira a entrar para a comunidade Red Cow da Lely. A cerimônia de reconhecimento ocorre nesta quinta-feira, dia 29/06, às 15h30. Os convidados poderão ter uma nova visão sobre o manejo de grandes propriedades do setor, discutir desafios comuns e se conectar com o jeito local de trabalho.

Fundada em 2017 pela Lely, a Red Cow reconhece clientes de fazendas leiteiras XL, que fazem parte do departamento especializado Dairy XL da Lely - conceito exclusivo que oferece atendimento e suporte personalizados a grandes fazendas do setor, com o objetivo de melhorar a eficiência e padronizar processos. O foco é para onde o produtor quer levar a fazenda e as metas correspondentes que precisam ser definidas. Para participar, as propriedades devem ter pelo menos 500 animais em ordenha automatizada e operar com oito ou mais robôs da empresa.

“A comunidade Red Cow se baseia em fornecer inspiração, conexões e redes de interação. Ao conectar conhecimento de todo o mundo e aprendizados da cadeia de valor, os fazendeiros podem obter novas visões para seus negócios”, disse o Cluster Manager Latin America, Edison Acherman. “Durante este evento, nós particularmente focamos em como poderíamos engajar nossos clientes das grandes fazendas leiteiras e levar os fazendeiros locais a valorizar seu leite”.

Primeira fazenda brasileira da comunidade

Considerada uma das Top 100 2022, ranking das 100 maiores fazendas produtoras de leite, realizado pelo MilkPoint, a fazenda Morro dos Ventos, dos proprietários Jacco e Simone Erkel, possui oito instalações do Astronaut, robô de ordenha da Lely, e será a primeira propriedade brasileira a participar da comunidade de grandes fazendas da empresa.

Além da cerimônia e visitação pela Morro dos Ventos, os participantes também irão conhecer o espaço para as futuras instalações de mais oito robôs na fazenda Melkland, que conta com pouco mais de 780 animais em ordenha, sendo 120 em ordenha robotizada, mas que, no próximo ano, pretende chegar a 1.200 animais em ordenha sendo metade nos robôs.

Conexão com as empresas locais

As fazendas leiteiras da comunidade Red Cow têm um papel muito importante na missão da Lely de fornecer uma contribuição sustentável para a alimentação do mundo através de soluções inovadoras.

“É crucial para esses fazendeiros entrar em contato com novas ideias, aplicar os recursos disponíveis e as novas tecnologias, para otimizar suas operações comerciais e dar um futuro mais promissor à cadeia alimentícia, com respeito à vida humana e animal”, destaca Edison.

Entre a programação do evento está a visita às fazendas, cerimônia de entrega Red Cow, palestras e jantar.

Sobre a Lely

A Lely, fundada em 1948, direciona todos os seus esforços para criar um futuro sustentável, lucrativo e prazeroso na agropecuária. Sempre pensando na vaca, a empresa desenvolve tecnologias robóticas premium e sistemas de dados que aumentam o bem-estar animal, a flexibilidade e a produção na fazenda leiteira.

Por mais de 30 anos, a Lely tem liderado a venda e manutenção de sistemas de ordenha automatizados para sucessivas gerações de produtores de leite em todo o mundo. Todos os dias, a Lely inspira seus funcionários a oferecer soluções inovadoras aos clientes e ser um parceiro confiável para aconselhamento e suporte constantes. Com sede na Holanda e uma rede mundial de locais exclusivos Lely Center para vendas e suporte sob medida, o Lely Group está ativo em mais de 50 países e emprega quase 2.300 pessoas. 

www.lely.com

Publicidade