• quinta, 18 de julho de 2024
  • Céu limpo - Atualizado: 01:30 - 18/07/2024 19°
www.feedis.com.br

Simpósio coloca bem-estar animal no centro das discussões para o avanço da produção de proteína animal no Brasil

Evento reúne importantes players do mercado para debater o futuro da cadeia produtiva frente ao cenário atual

O papel do bem-estar animal na criação de sistemas de produção mais sustentáveis, como promover as melhores práticas e as sinergias necessárias dentro e fora do setor alimentar, serão  temas chaves do simpósio "Brasil: Rumo à liderança global em proteína animal sustentável - Onde estamos e para onde vamos?", evento que será realizado pela startup brasileira de certificação Produtor do Bem no dia 11 de junho, no auditório da unidade de Biotecnologia do Serviço Nacional da Indústria (Senai), no bairro do Bom Retiro, em São Paulo (SP).

A programação conta com palestrantes renomados, como a líder da Unidade de Bem-Estar Animal da Comissão da União Europeia, Andrea Gavinelli; a coordenadora Geral de Sustentabilidade e Regulação da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Andréa Figueiredo Procópio de Moura, além de representantes da academia representada pelos professores doutores da Universidade de São Paulo (USP), Adroaldo Zanella e Márcia Zanella e o professor doutor da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), Matheus Paranhos da Costa.

O evento ainda terá sessões interativas com participantes da cadeia e indústrias de alimentos, pet food e couro. Entre esses já estão confirmados a gerente de sustentabilidade e Investimento Social do GPA, Renata Amaral; a coordenadora de sustentabilidade do Grupo Arezzo, Fernanda Bock; a diretora da 374 Pets, Júlia Sechis; a responsável pela gestão avícola da Mantiqueira, Juliana Pereira; a gerente de bem-estar animal Latam do Minerva, Tâmara Borges; o diretor de sustentabilidade da JBS Couros, Kim Sena e o gerente executivo de sustentabilidade da Seara, Vamiré Sens.

A importância da sustentabilidade corporativa

“(Re)definindo sustentabilidade e proteína animal sustentável” é o tema da palestra da diretora do GRI da América Latina, Andrea Pradilla, que apresentará o GRI, uma organização internacional independente que fornece uma linguagem global comum para a transparência corporativa, e que abrange normas para agricultura, aquicultura e pesca. “Estes temas foram priorizados porque são setores de alto impacto que produzem materiais e alimentos críticos e têm muitos impactos comuns. Nosso foco será a saúde e o bem-estar animal e o que a nossa norma relevante GRI 13 exige que as organizações desta área relatem”, detalha.

Para ela, devido ao seu impacto ambiental significativo, ao papel no abastecimento global de alimentos, e à importância para os meios de subsistência locais, as discussões sobre a sustentabilidade nos setores de agricultura, aquicultura e pesca do Brasil são cruciais. “As práticas sustentáveis ajudam a mitigar as alterações climáticas, a conservar a biodiversidade e a garantir a estabilidade econômica a longo prazo. A comunicação destes impactos utilizando as normas GRI garante transparência, promovendo melhores resultados ambientais e sociais”, pontua.

Entre os palestrantes está também o diretor do Instituto Akatu, Lúcio Vicente, que irá apresentar o tema “A importância de transparência, atributos de sustentabilidade e bem-estar na narrativa de consumo consciente”. Para ele, o simpósio traz uma série de possibilidades de trocas de experiências e melhores práticas em torno do desenvolvimento sustentável dos sistemas produtivos. “Este diálogo valioso está alinhado a uma demanda crescente de transparência e ética das empresas pelos consumidores, colocando o bem-estar animal no centro das discussões para a transição dos sistemas alimentares de produção”, afirma.

 “O evento deve evidenciar sinergias entre os participantes, como forma de fortalecer ações conjuntas e iniciativas voltadas à cadeia de fornecimento como um todo, destacando o papel da clareza de informações”, avalia o diretor.

Vicente observa que a preocupação das pessoas com o bem-estar animal é algo crescente não só no Brasil, mas no mundo. Além disso, se trata de um tema amplo, que necessita de uma compreensão mais atenta por conta dos diversos elementos que o compõe. “É fundamental que tais debates envolvam toda a cadeia produtiva, de forma a alinhar potenciais sinergias e fortalecer o tema no cenário nacional, impulsionando também ações setoriais, além de buscar envolver o consumidor e oferecer ferramentas e informações que possibilitem que ele tenha melhor compreensão e transparência de como cada produto foi concebido, para a melhor escolha.”

Informações e inscrições para o simpósio "Brasil: Rumo à liderança global em proteína animal sustentável - Onde estamos e para onde vamos?" estão disponíveis no https://produtordobem.com.br/simposio-2024/.  

Programe-se:

Simpósio "Brasil: Rumo à liderança global em proteína animal sustentável - Onde estamos e para onde vamos?"
Data:  11 de junho
Local: Auditório do Serviço Nacional da Indústria (Senai) – Unidade Biotecnologia, Rua Anhaia 1321, Bom Retiro, São Paulo (SP)
Inscrições: https://www.sympla.com.br/brasil-rumo-a-lideranca-global-em-proteina-animal-sustentavel---onde-estamos-e-para-onde-vamos__2438667 

Sobre a Produtor do Bem

A Produtor do Bem é uma startup social criada por uma rede de especialistas da academia, da sociedade civil e do setor privado, atuando na certificação dos sistemas de produção de alimentos. Nossa principal missão é estimular o consumo e a produção consciente, melhorando o bem-estar dos animais de fazenda e transformando o atual sistema em um modelo mais justo e sustentável.

Publicidade