• sbado, 13 de abril de 2024
  • Alguma nebulosidade - Atualizado: 12:31 - 13/04/2024 22°
www.feedis.com.br

Sindan faz balanço do ano e projeta 2023

O ano de 2022 foi repleto de desafios que acompanharam as dificuldades da adaptação ao "novo normal" na pós-pandemia. As indústrias tiveram de passar por diversas adaptações e não foi diferente em relação ao segmento de saúde animal. Apesar das adversidades observadas no período, de acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), há uma estimativa de crescimento de 10% no faturamento do setor neste ano, o que deve elevar as receitas das indústrias a um patamar superior a R$ 10 bilhões pela primeira vez na história.

De acordo com Emílio Salani, vice-presidente Executivo do Sindan, o crescimento do segmento está diretamente relacionado à questão da saúde animal, “importante tanto para a manutenção do bem-estar dos nossos pets, hoje considerados verdadeiros membros da família, quanto para manter a sanidade dos animais de produção e a qualidade das proteínas produzidas no Brasil”.

Foram diversos os esforços do Sindicato para contribuir de forma positiva com questões importantes para o desenvolvimento do setor, tais como a sustentabilidade na pecuária, a vacinação regular dos animais de companhia e de produção e o comprometimento com o mercado veterinário por meio da geração de informações relevantes e outras iniciativas voltadas ao bem-estar dos animais.

Outro destaque do ano foi o fortalecimento da campanha Olhos Abertos, que promove o combate à pirataria de medicamentos veterinários e, este ano, foi ampliada das redes sociais para todas as revendas localizadas no Brasil. A campanha deve ganhar ainda mais destaque em 2023, graças à parceria firmada com o Conselho Federal de Medicina Veterinária para a divulgação dos materiais junto aos seus associados.

“Os resultados foram muito além do que poderíamos esperar vivendo um cenário repleto de incertezas. Depois deste ano, temos ainda mais resiliência para seguir buscando o desenvolvimento sustentável do setor de saúde animal, o reconhecimento da sociedade e a melhoria dos negócios de todos os nossos associados”, conclui Salani.

Fonte: Sindan

Publicidade